Florentino

Florentino – Heroína

por Bruno Raposo

O estilo de Florentino pode não se encaixar à primeira vista no âmbito do Portal Pimba. O seu estilo está muito mais próximo de um Paulo de Carvalho do que de um Leonel Nunes, mas mesmo assim faz todo o sentido estar aqui. O meu grande objectivo para esta nova vida do site é também fazer alguma “arqueologia” musical  e recuperar alguns dos cantores que marcaram décadas passadas.

“Heroína” é o lado B do single “Vem falar de amor” de 1980, editado pela Valentim de Carvalho e com arranjos e direcção de orquestra de Shegundo Galarza, o famoso maestro basco que teve uma profícua carreira em Portugal, trabalhando com os principais cantores da época e profundamente ligado ao Festival RTP da Canção.

Numa primeira audição deste tema, Florentino começa por fazer a descrição de uma mulher especial, a sua “heroína”, levando-nos a pensar tratar-se de uma simples canção de amor. No entanto, e numa audição mais atenta, penso que estamos perante a “Lucy in the Sky with Diamonds” portuguesa. À semelhança da música dos Beatles, que gerou controvérsia pelo seu título revelar uma alusão à droga LSD, também na canção de Florentino versos como “heroína, heroína, leva-me na tua nave de prata” e “navegar na tua nave, sentir o prazer de uma ave, propulsar-me fora do mundo, levar vida de vagabundo”  deixam-me poucas dúvidas de que se trata de uma ode à heroína, substância que em 1980 estava em voga em Portugal e da qual ainda se desconheciam muitos dos seus efeitos nocivos.

Infelizmente não consegui encontrar grandes dados biográficos sobre Florentino. Pelo que consegui apurar, já faleceu há alguns anos. No Discogs há registo da edição do LP “Felizmente” em 2002, não sei no entanto se não se trata de uma reedição. Se alguém tiver alguma informação relevante para acrescentar a este post, por favor envie-me uma mensagem.

You may also like

Leave a Reply